Somos médicos cirurgiões habilitados em cirurgias minimamente invasivas (cirurgia robótica, videolaparoscopia, laser, endopex e EPSiT) para tratamentos de doenças que afetam a parede abdominal, vesícula biliar, intestino grosso, reto e ânus.

Contato

11 94557-9041

Cirurgia bariátrica e qualidade de vida

Diante da busca por uma vida mais saudável e feliz, muitas pessoas enfrentam a decisão crucial de submeter-se à cirurgia bariátrica, um caminho repleto de esperança para aqueles que lidam com o excesso de peso e suas complicações. De fato, os benefícios dessa intervenção podem ser verdadeiramente transformadores, estendendo-se muito além das considerações da balança. Relatos de melhorias significativas em condições como diabetes tipo 2 e hipertensão evidenciam uma nova perspectiva na rotina diária dos pacientes, destacando a conexão inextricável entre a cirurgia bariátrica e a qualidade de vida.

No entanto, sabemos que cada jornada é única e os resultados podem variar. A cirurgia bariátrica não é apenas um procedimento médico, é uma porta para uma nova forma de viver que exige compromisso e adaptação.

O que é a cirurgia bariátrica?

A cirurgia bariátrica vem ganhando destaque como uma opção eficaz para pessoas que buscam um novo estilo de vida mais saudável. Mas o que é essa cirurgia?

É um conjunto de procedimentos médicos destinados a gerenciar a obesidade e condições relacionadas. Os objetivos principais dessa cirurgia são alterar os hormônios do intestino, reduzir fisicamente o tamanho do estômago ou diminuir a absorção de nutrientes.

E por que isso é tão importante? Bem, estudos mostram que a cirurgia bariátrica está associada à redução da mortalidade entre adultos obesos, com ou sem diabetes tipo 2. Isso significa que pode aumentar a expectativa de vida média em até 9,3 anos para adultos obesos com diabetes e 5,1 anos para aqueles sem diabetes. Além disso, também pode reduzir o risco de várias doenças, diminuindo, inclusive, os fatores de risco para doenças cardiovasculares e doença hepática gordurosa.

Além disso, a cirurgia bariátrica também tem um impacto significativo na qualidade de vida dos pacientes. Isso porque ela pode ajudar a melhorar a mobilidade física e a capacidade de realizar atividades cotidianas sem desconforto ou dificuldade. Também pode haver uma melhora no humor e na autoestima, já que muitos pacientes relatam sentir-se mais confiantes após a perda de peso.

Quem se beneficia da cirurgia bariátrica?

As recomendações atuais são para adultos com índice de massa corporal (IMC) superior a 35, independentemente de terem uma condição associada à obesidade, e pessoas com IMC entre 30-35 que possuem síndrome metabólica. Além disso, em algumas populações específicas, como indivíduos asiáticos, a cirurgia bariátrica pode ser considerada quando o IMC é superior a 27,5.

Mas é importante ressaltar que, como qualquer procedimento médico, a cirurgia bariátrica não está isenta de riscos. Existem possíveis complicações pós-operatórias e alterações no estilo de vida que devem ser consideradas antes da decisão final. Portanto, é crucial discutir todas as opções com seu médico para garantir que você esteja fazendo a melhor escolha para sua saúde e bem-estar.

Procedimentos bariátricos comuns

Há diversos procedimentos bariátricos disponíveis, cada um com suas características únicas. No bypass gástrico, uma pequena bolsa é criada no estômago, alterando o trajeto do alimento para restringir a absorção de calorias. A gastrectomia vertical, por sua vez, reduz o tamanho do estômago, induzindo uma saciedade precoce. A decisão entre esses métodos é personalizada, considerando as necessidades individuais, o estado de saúde e as preferências médicas do paciente. À medida que a medicina avança, essas técnicas são continuamente refinadas para otimizar a eficácia e minimizar os riscos associados à cirurgia bariátrica, contribuindo assim para a relação entre cirurgia bariátrica e qualidade de vida.

Cirurgia bariátrica e qualidade de vida

A perda de peso é um dos resultados mais imediatos e visíveis da cirurgia bariátrica. Pacientes frequentemente experimentam uma redução significativa no excesso de peso nos meses que se seguem ao procedimento. Além do aspecto estético, a perda de peso substancial está correlacionada com melhorias significativas em condições de saúde associadas à obesidade, como diabetes tipo 2, hipertensão e apneia do sono. Essa transformação física não apenas alivia a carga sobre órgãos vitais, como também pode aumentar a mobilidade, diminuir a necessidade de medicações e contribuir para uma vida mais ativa.

A cirurgia bariátrica impõe mudanças substanciais no estilo de vida, especialmente no que diz respeito à nutrição. Após o procedimento, os pacientes geralmente precisam adotar uma dieta progressiva, começando com líquidos claros e evoluindo para alimentos sólidos ao longo do tempo. A atenção à ingestão de nutrientes essenciais, como vitaminas e minerais, torna-se crucial, muitas vezes requerendo suplementação regular. Essas adaptações nutricionais são fundamentais não apenas para garantir a absorção adequada dos nutrientes, mas também para otimizar os resultados a longo prazo e manter a saúde após a cirurgia bariátrica.

Cirurgia bariátrica: aspectos psicológicos e qualidade de vida

O impacto psicológico da cirurgia bariátrica não pode ser subestimado. Embora a perda de peso traga benefícios tangíveis, o ajuste emocional a uma nova imagem corporal e uma mudança radical no estilo de vida podem ser desafiadores. Muitos pacientes enfrentam questões relacionadas à autoimagem, autoestima e até mesmo à relação com a comida. A busca por apoio psicológico é uma parte integral do processo pós-cirúrgico, frequentemente fornecido por equipes multidisciplinares que incluem psicólogos ou psiquiatras. Ao abordar esses aspectos emocionais, os pacientes podem desenvolver uma mentalidade mais saudável e sustentável em relação à comida, promovendo um bem-estar emocional duradouro.

Os pacientes frequentemente experimentam uma redução expressiva nos sintomas de depressão e ansiedade após alcançarem uma perda de peso substancial por meio da cirurgia bariátrica. A interligação entre obesidade e saúde mental é amplamente reconhecida, e a abordagem abrangente da cirurgia bariátrica visa a não apenas tratar as questões físicas, mas também abordar os aspectos psicológicos que influenciam o bem-estar global. Essa melhoria das condições de saúde mental contribui para uma perspectiva mais equilibrada da vida, capacitando os pacientes a cultivarem hábitos saudáveis e fortalecerem a resiliência emocional, consolidando assim a correlação entre cirurgia bariátrica e qualidade de vida.

Sustentabilidade dos resultados a longo prazo

Manter os resultados alcançados pela cirurgia bariátrica a longo prazo requer comprometimento contínuo. O acompanhamento médico regular, incluindo exames de sangue para monitorar a nutrição, é essencial. Além disso, a incorporação de atividades físicas consistentes e a adoção de escolhas alimentares saudáveis são fundamentais para evitar o reganho de peso. O suporte contínuo da equipe médica, incluindo nutricionistas e profissionais de saúde mental, desempenha um papel crucial na sustentabilidade desses resultados. Com uma abordagem abrangente que inclui aspectos físicos, nutricionais e emocionais, a cirurgia bariátrica pode oferecer um impacto duradouro no bem-estar, proporcionando aos pacientes uma vida mais saudável e plena.

Eco Medical Center

Hospital São Marcelino Champagnat

Agendamento Online